block

O Agito Brasil está presente em 44 cidades no Brasil. Confira!

Casais diferentes, diferentes casas - Agito Bragança

Login
Entrar com sua conta no Agito
  1.  
  2.  
ou recuperar senha

Por que logar? Logado você pode participar de promoções, fazer comentários, compartilhar, recomendar, participar do Agito Live e muito mais.

Não é cadastrado? Cadastre-se!

Login

Para vincular sua conta da rede social você precisar ter o cadastro no Agito!

Mostrar a minha foto do perfil da rede social?
  1. Receber boletins me informando sobre os principais eventos da região.

Casais diferentes, diferentes casas


Ilustração (Foto: Daniel Almeida/Editora Globo)

Em uma pesquisa com casais das classes média e alta, encontrei cinco tipos de casamento e de formas de administrar a casa. Chamei o primeiro de conservador.O marido trabalha fora e é o único provedor. A esposa assume todas as responsabilidades: faz as compras, administra as empregadas, sabe onde estão todas as coisas de que os filhos e o marido precisam. Ela é a verdadeira dona da casa, detém o poder e o saber no espaço doméstico. Esse casal, com funções distintas, quase não briga por questões referentes ao lar.

O segundo tipo é o casamento pré-moderno. Os dois trabalham, mas o salário dele é muito maior do que o dela. O que ela ganha é para “ajudar” nas despesas da casa ou para os próprios gastos. Ele “colabora” nas tarefas domésticas quando ela pede. Ela reclama que ele não faz nada direito. Afirma que tem de fazer tudo de novo, e sempre diz: “Deixa que eu faço”. Ela não se sente reconhecida pelo que faz dentro de casa. Ele se sente injustiçado porque, por mais que tente, nunca consegue deixar a mulher satisfeita. Esse casal temmuitas brigas, porque ele nunca “ajuda” do “jeito que ela acha certo”.

O terceiro é o casamento moderno. Os dois trabalham e ganham salários equivalentes. Em casa, as tarefas são negociadas e divididas: cada decisão é fruto de conversas e discussões exaustivas. Esse casal briga muito por detalhes, como a clássica disputa: “De quem é a vez de lavar a louça?”.

O quarto é o casamento igualitário. Dentro de casa, cada um faz o que quer e o que gosta. Não existe uma rigidez dos papéis de gênero. Eles aproveitam para conversar e se divertir enquanto fazem os trabalhos domésticos: cozinhar, lavar louça, limpar o chão. Eles brincam muito mais do que brigam. O cuidado e a higiene da casa são responsabilidade dos dois.

Por fim, o casamento invertido. Os dois trabalham fora, e a esposa não faz quase nada em casa. Ela gosta de dizer que não sabe nem preparar o café. Ele cuida de tudo: faz as compras, cozinha, administra a empregada. Esse casal praticamente não briga por questões domésticas. Ela se sente feliz por ter se libertado da “servidão do lar”. Ele se sente reconhecido pelo trabalho que executa em casa e feliz por poder fazer as coisas de seu jeito. É o verdadeiro dono do pedaço.

Mesmo em um universo tão pequeno, foi interessante observar os tipos de casamentos mais frequentes. Entre os trinta casais pesquisados, encontrei oito conservadores, dez premodernos, seis modernos, quatro igualitários e dois invertidos.

É possível constatar que, para muitos casais brasileiros, a casa é uma fonte de conflitos permanentes e de disputa de poder. Para outros, no entanto, ela é um espaço de diversão e de muito prazer. E sua casa, como é?


fonte: http://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Jardim/noticia/2014/08/casais-diferentes-diferentes-casas.html

Comentários
 Não Existem Mensagens

Deixe um Comentário

Para enviar uma mensagem, você precisa estar cadastrado

Faça o . Ainda não é membro? Cadastre-se

As mensagens serão liberadas em alguns instantes, após revisão de nossos editores.